Datas Família Finanças Meio Ambiente Mensagens Outros Pensamentos Relacionamentos Vídeos
 

Os segredos das pupilas

18/01/2016


Bom dia amigas(os)!

Com certeza você já ouviu falar ou pode até ter dito a frase: os olhos são o espelho da alma.

Boa leitura...

Quando queremos saber se alguém está nos dizendo a verdade ou não, pedimos que nos olhe nos olhos.

Será que isso não passa de uma crença popular ou as pupilas realmente possuem tantos segredos?

“Sinto algo em você, algo entre os dois, que me faz insistir… quando olho nas suas pupilas sei que Deus não deixou de existir”

– Fragmento de “Nas suas pupilas” da cantora Shakira –

Para nos ajudar a revelar esse mistério, nos apoiamos em diversas investigações. A ciência descobriu que as pupilas têm a capacidade de enviar sinais aos outros com informações que, muitas vezes, não coincidem com o que dizemos com as palavras.

A essência da questão reside em saber compreender o que nos estão dizendo esses dois círculos negros revestidos pela cor das íris.

O que podem transmitir as pupilas?

Ao olhar nos olhos de uma pessoa, podemos descobrir muito. Por exemplo:

– Se ela está pensando em algo difícil: uma pesquisa realizada pelos psicólogos da Universidade de Chicago pôde determinar que quanto mais complicado for o problema a ser resolvido, mais se dilatam as pupilas. Isto pode ter uma explicação um pouco “lógica”, ao pensarmos que, quando temos que resolver um problema, queremos absorver toda a informação possível para encontrarmos a solução.

– Se o seu cérebro está saturado: isso é algo que acontece cada vez com mais frequência. Nesse caso, a investigação foi realizada na Universidade da Califórnia. Os pesquisadores relacionaram o tamanho das pupilas com o momento de superar o limite de capacidade cognitiva.

Quando estamos saturados de trabalho ou de informação, é mais difícil focalizar e enxergar bem. As pupilas diminuem seu tamanho de maneira considerável quando a mente diz “preciso descansar”.

– Se ela está interessado: novamente na Califórnia, reuniram um grupo de pessoas a quem foi dado um livro erótico, uma história sobre uma mutilação e umas linhas de conteúdo “neutro,” sem nenhuma emoção em especial.

As pupilas dos participantes se dilataram nas leituras eróticas e violentas, mas voltaram “para a normalidade” na terceira história. Portanto, quando as pessoas mostram interesse, suas pupilas se dilatam.

– Se ela sente nojo: psicólogos da Universidade de Chicago prepararam slides com imagens de diferentes acontecimentos enquanto uma câmara gravava os olhos dos participantes.

Quando eles observavam fotografias de violência, meninos feridos ou animais mortos acontecia algo muito interessante. No princípio, as pupilas se aumentavam, mas alguns segundos depois diminuíam seu tamanho, em uma tentativa de não continuar presenciando as imagens.

– Se ela sente dor: Na Universidade de Washington, um grupo de voluntários começou a receber descargas elétricas leves nas pontas dos dedos para determinar o que acontecia com suas pupilas. O resultado foi unânime.

Cada vez que as pessoas sentiam dor, as pupilas se aumentavam como uma espécie de resposta do sistema nervoso para fugir do perigo. Vale a pena destacar que, nesse momento, a acuidade da vista melhora em 100% porque o corpo se prepara para fugir.

– Se ela tem uma certa inclinação política: estudos realizados na Universidade de Louisiana chegaram a resultados realmente curiosos. Foram recrutadas pessoas com posições políticas diferentes e muito seguras em relação às suas convicções. Apresentaram a elas fotografias de personalidades ligadas aos liberais e aos conservadores (os dois partidos políticos dos Estados Unidos).

Os cientistas perceberam que, quando os voluntários viam a imagem de uma pessoa que compartilhava suas ideias políticas, as pupilas se dilatavam, e o contrário ocorria ao observar as do partido de oposição.

E o que acontece com a íris?

A parte colorida dos nossos olhos se chama íris e também pode nos dar informações importantes sobre as pessoas. Mas nesse caso, sobre suas personalidades.

Se as “ondas” forem de dentro para fora (partem da pupila e vão para a borda da íris) significa que estamos frente a alguém sensível, honesto, amigável e positivo. Quando ocorre o contrário, trata-se de uma personalidade nervosa e impulsiva.

É provável que não notemos a maioria das mudanças que ocorrem nas pupilas dos outros porque para isso devemos estar muito perto do seu rosto, e isso pode mudar suas reações. Entretanto, já sabemos o que poderia significar uma dilatação da pupila se a enxergarmos em alguém.

Texto original em espanhol de Yamila Papa.
Veja também:
O benefício dos reencontros
O tesouro da vida
O taxista
7 modos de enfrentar as dificuldades da vida
Construtores da vida
0 comentários para "Os segredos das pupilas"

Deixe seu comentário
   
  * Obrigatório
Seu nome:*
E-mail:*
Cidade:*

Mensagem:*

caracteres:
  Captcha

   
   
   

Administração do Portal