Datas Família Finanças Meio Ambiente Mensagens Outros Pensamentos Relacionamentos Vídeos

Uma porta entreaberta é meia felicidade

10/01/2016


Bom dia amigas(os)!

Todos nós que vivemos intensamente nossas vidas tivemos em algum momento portas entreabertas diante de nós.

Boa leitura...

A vida é um eterno ir e ficar, mas também deixar ir e querer que algo ou alguém fique.

Sabemos que pode ser complicado, mas temos uma só oportunidade de viver a vida e de procurar o que nos faz ser felizes dentro dela.

Por isso, parte da nossa felicidade recai em saber que portas devemos fechar e quais devemos abrir completamente. É muito importante lembrar que uma porta entreaberta é meia felicidade.

Feche as portas que não lhe ajudam em nada

Por mais injusto que possa parecer, às vezes há circunstâncias, situações ou inclusive lembranças que nos paralisam no presente.

Não avançamos e não sentiremos que o fazemos até que deixemos ir isso que nos ata e, provavelmente, nos faz mal. Quanto antes formos conscientes do que nos faz mal, mais cedo poderemos seguir adiante.

“Não por orgulho, nem por incapacidade, nem por soberba, mas simplesmente porque aquilo já não se encaixa em sua vida. Feche a porta, troque o disco, mude de casa, sacuda a poeira, deixe de ser quem foi e transforme-se em quem você é.”
– Paulo Coelho

Com certeza você já sentiu, por exemplo, que alguém a quem amava muito e em quem tinha plena confiança decidiu ir embora. Tudo mudou e o mundo parece mais cruel por causa isso.

Quando isso acontece você terá que aprender a deixar ir embora e fechar a porta da dor. Chega um momento no qual a dor já não deve doer: as experiências existem para aprendermos com elas, e as lembranças para sabermos quem somos.

Não permita que aquilo que freia sua vida atinja seu objetivo. Nosso hoje não é o ontem, e não podemos deixar que se transforme no amanhã se não nos fizer felizes: que nada, nem ninguém, fique na porta sem entrar nem sair.

Abra as portas que quiser abrir

Nosso presente não é somente o hoje, mas também faz parte do nosso futuro. E não só aquelas coisas que não deixamos ir provocam paralisia, mas também aquelas que não deixamos chegar.

“Se a oportunidade não chamar, construa para ela uma porta”
– Milton Berle

Acontece que as situações desconhecidas ou novas nos dão medo. Não sabemos o que será de nós agora que essa pessoa já não está conosco, ou se deixarmos que alguém ou algo chegue em nossa vida e a vire do avesso.

Mas lembre-se de que, se você sentir isso, é porque seu interior está pedindo uma oportunidade. A vida está aí para nos atrevermos a vivê-la.

Assim, abra portas para novas experiências, permita que aqueles que querem ficar fiquem. Pode ser a melhor possibilidade que você tem de ser completamente feliz.

Busque sempre sua felicidade completa

Às vezes, podemos pensar que nossas portas rumo ao futuro estão todas fechadas e que não há nada dentro delas que nos faça sentir fortemente.

Entretanto, a sua felicidade depende apenas de você. De fato, em muitas situações, temos conosco o que precisamos e não nos damos conta disso porque estamos convencidos de que o que nos acontece não tem solução.

É muito importante saber que nossa vida não vai parar para nos lamentarmos por alguma coisa que já aconteceu. A vida vai continuar e temos que continuar com ela.


“E quando não conseguir abrir uma porta, lembre-se de que a chave nem sempre está errada. Pode ser a fechadura, ou você pode estar tentando abrir a porta errada.”
– Marwan –

Texto original em espanhol de Cristina Medina Gomez
Veja também:
Valorizar as pessoas
Os Anjos
Olhar para cima
Um minuto apenas
Não seja de vidro
0 comentários para "Uma porta entreaberta é meia felicidade"

Deixe seu comentário
   
  * Obrigatório
Seu nome:*
E-mail:*
Cidade:*

Mensagem:*

caracteres:
  Captcha

   
   
   

Administração do Portal