Datas Família Finanças Meio Ambiente Mensagens Outros Pensamentos Relacionamentos Vídeos
 

Estratégias para alcançar a paz e a tranquilidade

19/10/2015


Bom dia amigos(as)!!

A vida é cheia de estresse, de lutas e de adversidades. Cada pessoa faz o que pode para lidar com estes contratempos, embora nem sempre seja fácil.

Boa leitura...

Alguns deles afetam a saúde mental mais do que outros, e sentir-se realmente em paz e tranquilo pode ser algo muito difícil.

O que podemos fazer para lidar com os contratempos sem afetar a nossa saúde? As estratégias a seguir lhe ajudarão a ter paz e sossego quando a vida se tornar difícil.

Manter a paciência

Quando as coisas não ocorrem como você gostaria, os níveis de estresse podem ser enormes. E se as coisas acontecem de uma maneira oposta em relação ao que você esperava, a situação pode ser caótica.

Nestes casos, ser paciente é algo fundamental. A paciência é uma forma de tolerância, o que significa que nós não devemos reagir às críticas e aos desconfortos sem pensar . É importante saber que as causas destas situações não são permanentes.

A tolerância e a paciência são vitais para que as diferenças sejam suavizadas em todos os relacionamentos.

Ter paciência não significa permitir que os outros passem por cima de você, mas sim ter uma boa comunicação e assertividade, o que facilitará a definição de limites e diminuirá as chances de manipulação. Neste sentido, é aconselhável não levar as coisas para o lado pessoal e usar a experiência para aprender a lidar com você mesmo.

Encher-se de otimismo

Quando surgem contratempos, é fácil sentir-se decepcionado e triste. Nosso diálogo interno automático se torna negativo e há uma espiral de negativismo, à qual nos prendemos. No entanto, quanto mais energia nós dermos à esta conversa interna negativa, mais pessimistas seremos, e nos sentiremos ainda piores.

Nesses casos, o otimismo é como um raio de esperança que nos permite, apesar de tudo, acreditar que as coisas não são tão ruins. Por este motivo, é importante mudar a maneira como falamos com nós mesmos e combater estes pensamentos irracionais. Temos que desenvolver uma conversa interna positiva sobre nós mesmos e sobre a situação.

Sentir gratidão

Quando confrontados com os desafios da vida e quando as coisas não acontecem como desejamos, nos sentimos tristes e deprimidos, o que nos impede de reconhecer as coisas boas que também estão em nossas vidas. Temos de avaliar o que temos e adotar uma atitude grata. Esta é uma escolha que você pode controlar.

Faça uma lista de tudo o que você tem para agradecer, sem pensar no que você não tem, no que você precisa ou no que perdeu.

Quando você é grato, você se sente bem, se liberta da culpa e dos sentimentos de desesperança. A sensação é edificante e você se sente com mais energia para realizar seus desafios do dia-a-dia. Além disso, a gratidão melhora as ligações com os outros e faz você apreciar mais a vida.

Evitar o perfeccionismo

O perfeccionismo impõe exigências excessivas e promove decepções. Quando a pessoa define padrões muito elevados e que não são realistas, ela se torna vulnerável ao estresse. É bom definir metas e objetivos maiores, mas você deve ter cuidado com a tendência de ser perfeccionista.

O perfeccionismo oferece uma promessa de controle e nos leva a crer que os resultados amargos como a falha, a rejeição ou a desaprovação podem ser evitados. No entanto, a verdade é que, às vezes, os resultados negativos não podem ser evitados.

Impor objetivos mais elevados os torna mais difíceis de alcançá-los. Somos muito melhores quando os nossos desejos para perseguir a excelência são adaptáveis e flexíveis, ao invés de sermos rígidos em relação às nossas expectativas.

Cultivar uma atitude de perdão

O perdão é uma maneira de seguir em frente. Quando cultivamos esse valor, nos sentimos melhores e somos muito mais capazes de levar uma vida feliz.

A vida é cheia de decepções e contratempos causados por situações fora do nosso controle. Estamos cercados por pessoas que nos magoaram. Se insistirmos na dor, não poderemos viver felizes e seguir em frente com nossas vidas. No entanto, está em nossas mãos o poder de nos libertarmos da prisão da raiva e da dor.

Perdoar não significa que podemos esquecer o que aconteceu, mas sim que somos capazes de deixar ir a mágoa e o rancor para encontrar a paz interior e a tranquilidade. Além disso, você deve aprender a perdoar a si mesmo, e a libertar-se da culpa e da dor.

Por: Rodrigo
Veja também:
A Dor
O nó do afeto
Existe um juiz chamado tempo que coloca cada coisa em seu lugar
O espetáculo da vida!
Castelos de areia
1 comentários para "Estratégias para alcançar a paz e a tranquilidade"

24/10/2015  17:09:14
Enviado por Aline
Com certeza o perfeccionismo q tanto buscamos nao existe, e só nos traz mais estresse por pensarmos q nada poderia dar errado, e de repente tudo foge do nosso controle. Imprevistos acontecem, mas precisamos saber lidar com paciência p/ nao chateamos outras pessoas e nós mesmos, que possamos ser transmissores da paz.

Deixe seu comentário
   
  * Obrigatório
Seu nome:*
E-mail:*
Cidade:*

Mensagem:*

caracteres:
  Captcha

   
   
   

Administração do Portal