Datas Família Finanças Meio Ambiente Mensagens Outros Pensamentos Relacionamentos Vídeos

Julgamentos precipitados

05/02/2011


Amigos!!

Será que nunca você julgou alguém, ou alguma situação, mesmo sem saber ou conhecer direito? Com certeza já.
No dia de hoje trago uma mensagem para refletirmos a respeito do julgamento precipitado.

Reflitam!!

Quantas vezes já aconteceu?
Um servidor dedicado, após anos de trabalho irrepreensível, comete um deslize. Logo, todos os tantos anos de dedicação são esquecidos.
Sobre ele recaem acusações, desconfianças.

Um amigo de infância, adolescência, juventude, alguém com o qual rimos, choramos, confiamos, comete uma pequena falha.
Diz-nos um não. É o suficiente.
Anos de convivência são sepultados de um só golpe.

Um voluntário, que serve dedicada e perseverantemente meses, anos, sempre sorridente, feliz, um dia, por algo que lhe ocorre e o perturba, se exaspera, fala mais alto.
Logo, tudo que fez até então é esquecido e somente aquele gesto de um momento de irreflexão é apontado, falado, julgado.

São retratos da vida. Ocorrem em muitos lugares.
E nos fazem recordar de uma história muito interessante.
A de um pai que desejava ensinar aos seus quatro filhos a respeito de julgamentos.

Assim, a cada um enviou em uma estação diferente do ano a uma terra distante para observar uma determinada árvore.
O primeiro filho chegou no inverno, o segundo na primavera, o terceiro no verão e o quarto no outono.

O primeiro informou que a árvore era feia, além de seca e toda distorcida.
O segundo disse que, ao contrário, a árvore estava carregada de botões, cheia de promessas.
O outro filho contestou aos dois irmãos e afirmou que viu a árvore coberta de flores. Que elas tinham um cheiro tão doce e eram tão bonitas, que ele arriscaria dizer que eram a coisa mais graciosa que ele jamais havia visto.

Finalmente, o quarto filho falou que a árvore estava tão cheia de frutas, tão carregada de vida, que chegava estar arqueada.
O pai, ponderado, explicou que todos estavam certos, no entanto, cada um deles julgara a árvore exatamente pela época do ano em que a haviam visto.

Na vida, continuou, também é assim. Quase sempre somos precipitados nos julgamentos.
Para julgar com acerto, compete-nos observar com atenção, colher informações detalhadas.
* * *
Dessa forma, não julguemos situações e pessoas por um momento apenas.
Consideremos que todos passamos pelos dias desolados do inverno. Dias de tristeza, de solidão, de problemas superlativos.

Nessa estação da vida, parecemos árvores de galhos retorcidos.
Contudo, quando a esperança faz morada na intimidade, carregamo-nos de promessas, de botões prontos a explodirem em flores.

Então, acenamos com cores vibrantes, flores perfumadas, graciosas que, logo mais, se transformarão em produção abundante de frutos.

Pensemos nisso e não façamos julgamentos precipitados de situações, de pessoas, de companheiros, de amigos.
Verifiquemos, antes, em que estação do ano estagia a alma de quem vamos julgar.

E, se descobrirmos que o inverno envolve aquela criatura, estendamos a contribuição do sol da nossa amizade, o adubo do nosso auxílio, a proteção do nosso carinho.
Pensemos nisso.

Redação do Momento Espírita, com base no texto A pereira, de autoria desconhecida.

Queridos amigos!! Precisamos parar e refletir antes de julgar, afinal quem gosta de ser julgado. Todos os seres humanos tem seu tempo, suas estações. As pessoas passam por diversas situações, problemas, alegrias e precisamos compreender isso. Esta bela mensagem nos faz refletir sobre os julgamentos precipitados que muitas vezes fizemos. Portanto, da próxima vez tente analisar e refletir antes de julgar!!

Um forte abraço!!
Velho Sábio!!
Veja também:
Decálogo da Infelicidade
Exportação de Sapatos
5 ensinamentos que nos tornam mais fortes
Há quem passe pela vida
Noite de Natal
10 comentários para "Julgamentos precipitados"

29/12/2014  14:02:54
Enviado por Nelma Rosangela Scheid
Que seja uma luz para nossas falhas e egoísmo.
Mensagem muito linda.
Um forte abraço e feliz 2015.

11/03/2011  11:10:16
Enviado por zilca
adorei o site cada dia ele esta melhor..parabens....

12/02/2011  15:24:10
Enviado por Marcelo Minas
Ótima mensagem, faz a gente pensar mais antes de julgar os outros, para que não sejamos da mesma forma julgados.

08/02/2011  09:58:37
Enviado por Josefa
Linda mensagem. Que bom seria se as pessoas lessem,compreendessem e fizessem um pré julgamento de si mesma. Com certeza pensaria muitas vezes antes de julgar o outo. Beijos e que Deus o abençoi por tão linda mensagem.

07/02/2011  12:39:11
Enviado por marcelino gerado dos santos
para reflexão

07/02/2011  11:00:51
Enviado por Érica Aparecia Cotta da Silva
Essa mensagem é muito linda e a pura verdade,qtas vezes julagamos as pessoas de forma errada por estarmos com raiva e termos muito orgulho!!Serviu muito de lição pra mim!!Obrigada,bjoss.Adoro suas mensagens,que Deus te abençõe!!

07/02/2011  10:59:13
Enviado por Érica Aparecia Cotta da Silva
Essa mensagem é muito linda e a pura verdade,qtas vezes julagamos as pessoas de forma errada por estarmos com raiva e termos muito orgulho!!Serviu muito de lição pra mim!!Obrigada,bjoss.Adoro suas mensagens,que Deus te abençõe!!

07/02/2011  10:44:48
Enviado por Salete Dourado
Ótima mensagem,realmente isso acontece a todo instante,é automático, julgamos sem perceber o que estamos fazendo,até parece que temos o direito de fazer isso.

05/02/2011  18:15:39
Enviado por Lu
Nossa! me trouxe lagrimas, me fez refletir por que eu conheço essa dor do julgamento. Nao gosto de o fazer por conhecer a dor que é o ser. Se algum dia eu fulguei tb que nao faça. Me recordarei bem antes, primeiro pela dor depois por que nao edifica em nada o próximo. Eu creio Nisso! Mais.. Deus é capaz de trocar reinos por nós, abrir mares para que possamos atravessar, Deus só nao é capaz DE DEIXAR DE NOS AMAR

05/02/2011  16:31:19
Enviado por alexandre
só Deus em minha vida!amem!

Deixe seu comentário
   
  * Obrigatório
Seu nome:*
E-mail:*
Cidade:*

Mensagem:*

caracteres:
  Captcha

   
   
   

Administração do Portal