Datas Família Finanças Meio Ambiente Mensagens Outros Pensamentos Relacionamentos Vídeos

A gente se acostuma

20/12/2013



Boa tarde amigos!!

Será que já paramos pra pensar como nos acomodamos com os fatos e acostumamos em ser assim?
No dia de hoje trago a mensagem a gente se acostuma para que possamos refletir sobre a vida que estamos levando.

Reflitam!!


Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia.

A gente se acostuma a morar em apartamento de fundos e não ver vista que não sejam as janelas ao redor. E porque não tem vista logo se acostuma a não olhar para fora. E porque não olha para fora, logo se acostuma e não abrir de todo as cortinas. E porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz. E, à medida que se acostuma, se esquece do sol, se esquece do ar, esquece da amplidão.

A gente se acostuma a acordar sobressaltado porque está na hora. A tomar café correndo porque está atrasado. A ler o jornal no ônibus porque não pode perder tempo. A comer sanduíche porque não dá para almoçar. A sair do trabalho porque já é noite. A cochilar no ônibus porque está cansado. A deitar cedo e dormir pesado sem ter vivido o dia.

A gente se acostuma a abrir o jornal e a ler sobre a guerra. E aceitando a guerra, aceita os mortos e que haja números para os mortos. E aceitando os números, aceita não acreditar nas negociações de paz. E não aceitando as negociações de paz, aceitar ler todo dia de guerra, dos números, da longa duração.

A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: “hoje não posso ir”. A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisa tanto ser visto.

A gente se acostuma a pagar por tudo o que se deseja e necessita. E a lutar para ganhar com que pagar. E a ganhar menos do que precisa. E a fazer fila para pagar. E a pagar mais do que as coisas valem. E a saber que cada vez pagará mais. E a procurar mais trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com que pagar nas filas em que se cobra.

A gente se acostuma a andar nas ruas e ver cartazes. A abrir as revistas e ler artigos. A ligar a televisão e assistir comerciais. A ir ao cinema e engolir publicidade. A ser instigado, conduzido, desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos.

A gente se acostuma à poluição, às salas fechadas de ar condicionado e ao cheiro de cigarros. À luz artificial de ligeiro tremor. Ao choque que os olhos levam à luz natural. Às bactérias de água potável. À contaminação da água do mar. À morte lenta dos rios. Se acostuma a não ouvir passarinhos, a não ter galo de madrugada, a não colher fruta no pé, a não ter sequer uma planta por perto.

A gente se acostuma a coisas demais para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta lá.
Se o cinema está cheio, a gente senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço. Se a praia está contaminada, a gente só molha os pés e sua o resto do corpo. Se o trabalho está duro, a gente se consola pensando no fim de semana. E se no fim de semana não há muito que fazer, a gente vai dormir cedo e ainda fica satisfeito porque tem muito sono atrasado.

A gente se acostuma a não falar na aspereza para preservar a pele. Se acostuma para evitar sangramentos, para esquivar-se da faca e da baioneta, para poupar o peito.

A gente se acostuma para poupar a vida.

Que aos poucos se gasta, e que, de tanto acostumar, se perde de si mesma.
Por Marina Colassanti

Queridos amigos!!

Não vamos deixar nossas vidas se perderem pelo comodismo, por aceitar as coisas como são e não tentar mudar. Vamos valorizar as nossas vidas, dar-nos o direito de um bom momento de lazer, assistir programas que façam bem ao nosso ser, poder tomar um café da manhã sem pensar que está atrasado, enfim vamos respeitar e aproveitar a nossa vida. Não se acostumem, façam a vida acontecer!!

Um forte abraço!!
Comentem!!
Velho Sábio
Veja também:
Não posso mudar o passado, mas o presente está nas minhas mãos
O tempo coloca tudo no seu devido lugar
Entre as rosas
Semana do Natal - Doando para ser feliz
A paz que o mundo precisa
3 comentários para "A gente se acostuma"

05/01/2014  01:17:58
Enviado por Maria Jose Gonçalo
Mestre Sábio, agradeço pela mensagem, onde me fez refletir minha vida e meu momento, era tudo que eu precisava, vou ler sempre para sair do meu comodismo e aproveitar mais minha vida intensamente e feliz.

22/12/2013  01:21:31
Enviado por Zezo Prestes
Mestre Sábio, sua mensagem me fez refletir fato que me ocorreu, quando por ser comodo deixei de estudar uns minutos a mais e com isso meu salário ficou cerca de trinta por cento a menos e hoje fico a pensar o quanto me faz falta e quanto deveria ter lido tal mensagem, mas não importa sempre há tempo de corrigir e evitar comodismo. Obrigado por mais esta.

20/12/2013  09:27:02
Enviado por Aluzno Findotunel
Carpe diem!

Sempre quando acordar, fale a você mesmo, se hoje fosse o ultimo dia da minha vida, eu iria mesmo não aproveitar um belo cafe da manha para pegar um ônibus, ou pensar que apenas olhar para a janela e contemplar o mundo a sua volta é mesmo perda de tempo?
Viva e não sobreviva!

Incrível post. Era o que eu tava precisando.

Deixe seu comentário
   
  * Obrigatório
Seu nome:*
E-mail:*
Cidade:*

Mensagem:*

caracteres:
  Captcha

   
   
   

Administração do Portal