Datas Família Finanças Meio Ambiente Mensagens Outros Pensamentos Relacionamentos Vídeos
 

Não avança, nem retrocede: você está preso

11/05/2016


Olá amigas(os)!!

Há momentos na vida em que tudo parece confuso. Não é que sejam “maus momentos” no sentido estrito. Não é que esteja passando por grandes sofrimentos ou problemas graves, mas você simplesmente vê os dias passando e sente, lá no fundo, que não está evoluindo, que não está crescendo, que está preso.

A nota predominante é a rotina. Todos os dias são muito semelhantes ao anterior e, embora você não tenha que passar por grandes transtornos, não consegue realmente ficar animado com qualquer coisa. Você não consegue ativar a sua força de vida e tampouco tem vontade de tentar.

Você ainda conseguiu se acostumar com os problemas que antes te perturbavam. Se você tem um relacionamento medíocre ou prejudicial, você para de pensar que poderia ser melhor. Se o seu trabalho não lhe satisfaz, você renuncia a si mesmo e aguenta o que for preciso. Você nem avança nem vai para trás: você está preso.

Você está preso? Não consegue avançar?

A estagnação é um estado onde você não consegue entrar em contato com seus sentimentos e emoções mais genuínas. Portanto, você não sente um verdadeiro impulso para a ação, para trazer uma mudança que irá enriquecê-lo e tornar mais significativo o fato de viver. Estes são os sinais que indicam que você está preso:
•Você não sente entusiasmo. Faz tudo de maneira mecânica e tenta não pensar muito sobre isso. Você não quer se complicar.
•Você não quer se comprometer com nada. Você simplesmente cumpre o que lhe é pedido, tanto no trabalho quanto no nível pessoal. Mas você não quer se envolver demais.
•Você evita os desafios. Diante de um potencial desafio ou novidade, você já olha para o lado. Não lhe interessa testá-los, e você nem vê sentido neles.
•Você sente fadiga quase todo o tempo. Uma de suas frases favoritas é “estou cansado”. E é verdade, você se sente fisicamente sem energia. Você acha que o seu corpo é pesado e facilmente cai em sonolência.
•Sua rotina é muito estruturada. Você faz quase tudo, todos os dias, da mesma maneira. Os mesmas horários, a mesma rota, as mesmas conversas.
•Você rejeita tudo que é novo. Qualquer novidade parece uma desconforto desnecessário. Você não quer investir seus esforços para se adaptar a algo que desconhece.
•Você sente preguiça e tédio de maneira constante. Você boceja demais e deseja que “te deixem quieto”, que nada convide você a se mover. Quase tudo te aborrece, mas o que mais te aborrece é pensar sobre uma mudança.
•Você justifica suas atitudes, até com mentiras. Você constrói uma série de “razões” falsas para apoiar sua inatividade e sua aversão a mudanças. Você inventa desculpas para justificar sua estagnação.

Se você não avança, volte atrás

Quando você passa por um desses períodos de estagnação, com certeza há uma pontinha de tristeza ou de raiva, ou de ambas, no fundo da situação. O fato de você estar preso significa que, embora você não perceba, há um problema a ser resolvido em sua vida.

A depressão encoberta é como um pequeno animal que te atormenta constantemente e rouba uma energia vital. É um rumor sem graça que tem um grande peso sobre percepção do dia a dia. Como se você colocasse um véu cinza na realidade e contemplasse tudo através dessa distorção de cor. Você não vai achar nada interessante o suficiente, porque você não está olhando diretamente.

A raiva, por sua vez, é uma das emoções mais paralisantes. Quando está enraizada dentro de você, ela opera corroendo outras emoções. A raiva reprimida te torna duro, sarcástico e negativo. Ela te leva a sentir uma espécie de desprezo por tudo ao seu redor, e nada te ajuda a despertar interesse. Ela destrói seus relacionamentos com outras pessoas e, a longo prazo, afeta sua saúde.

O mesmo se aplica à culpa que às vezes é instalada no seu inconsciente. Quando o que você não fez ou não disse, ou fez e disse, gera arrependimento e você evita essa realidade, é provável que o preço seja essa palidez das suas emoções e da sua vontade de viver.

As etapas da estagnação devem ser observadas com cuidado. Às vezes elas só exigem um processo de conscientização e o ato de repensar as condições em que vive. Outras vezes, no entanto, são um sinal de que uma crise está começando a se revelar.

Por isso, quando você sente que não pode avançar, é melhor voltar atrás. Você está preso a alguma situação do passado que não foi superada por completo e que segue afetando seu presente. É verdade que a vida não é um mar de rosas nem uma festa todos os dias. Mas, por outro lado, é na verdade a única e mais valiosa coisa que você tem.

Viver sem viver não é uma opção. O tempo de existência é muito curto para desperdiçá-lo em rotinas inúteis e relacionamentos insatisfatórios. Sua paz e sua felicidade são os únicos objetivos pelos quais você deve lutar de verdade. O silêncio deve ser deixado para os mortos.

Por: Edith Casal
Veja também:
A Cidade dos Resmungos
Quando Deus diz não
O que a vida nos ensina
Atitudes que fazem a diferença
O melhor de você
0 comentários para "Não avança, nem retrocede: você está preso"

Deixe seu comentário
   
  * Obrigatório
Seu nome:*
E-mail:*
Cidade:*

Mensagem:*

caracteres:
  Captcha

   
   
   

Administração do Portal